Skip to content

Besta sombrie

julho 30, 2012

nos interstícios da pele
no intervalo entre minha caveira e meu rosto
dorme a besta sombria
monstruose
amante clandestina em meu próprio corpo com suas armas que resistem
às tentativas de domesticação.
Já estava em guerra
antes dos militares
já era desejo
antes dos sexos serem inventados
já era vida
antes de se fabricar crianças.
Dorme nos intertícios da pele
vitalidade poluente, viral
arranhando as frias luzes da razão.
Destruindo nomes. Memórias. Culpas.

Está em guerra.
Feito desejo. Feito vida.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: